Review de “Epitah One”

Episódio 13 – “Epitah One”
Escrito por Maurissa Tancharoen & Jed Whedon
História por Joss Whedon
Realizado por David Solomon
Actores convidados: Felicia Day, Zack Ward, Janina Gavankar, Chris William Martin, Adair Tishler, Amy Acker, Reed Diamond, Clayton Rohner

Epitah One é o famoso décimo terceiro episódio de Dollhouse. Apesar de, tecnicamente, ser a season finale, o seu enredo não está relacionado com nenhum dos acontecimentos do resto da temporada. Digamos que era um último esforço do pessoal por detrás de Dollhouse. Um virar de todas as cartas que tinham planeadas para nós a longo prazo. Porquê? Porque a série seria com certeza absoluta cancelada. Mas não foi.

Epitah One mostra um futuro apocalíptico consequência da tecnologia usada na Dollhouse. Tudo está destruído e a maioria das pessoas estão programadas para matar todos aqueles que não estão programados para matar. E é assim que conhecemos um grupo de sobreviventes Mag, Zone, Griff e Lynn (participações de Felicia Day, Zack Ward, Chris William Martin e Janina Gavankar, respectivamente). Apesar das suas questionáveis acções, simpatizamos rapidamente com eles. Eles acolhem um pai e uma criança e, como são obrigados a viver debaixo da terra, encontram uma espécie de spa subterrâneo que nós conhecemos como… Dollhouse!

Este enredo desenvolve-se a um paço satisfatório dando ritmo ao episódio. Eles descobrem a famosa cadeira e a nossa querida Whiskey (participação de Amy Acker), mas o mistério adensa-se quando os elementos do grupo começam a morrer. A história é interessante e o desfecho nada previsível, mas o melhor do episódio é saber como é que a humanidade chegou  a este ponto. Para isso, são-nos mostrados vários flashbacks em forma de memórias de alguns personagens já nossos conhecidos.

MEMÓRIA 1
Este não tem muito que se lhe diga. Vemos Adelle (Olivia Williams) com um cliente e serve apenas para explicar o que é a Dollhouse.

MEMÓRIA 2
Se nunca gostei muito de Topher (Fran Kranz) nesta temporada, Epitah One era o episódio que precisava para mudar de opinião. Com uma excelente interpretação de Fran Kranz, este flahsback que nos mostra a contratação de Topher é simplesmente genial.

MEMÓRIA 3
E mais uma vez este episódio muda a minha opinião em relação a algo que aconteceu noutro episódio. Por exemplo, agora vejo a contratação de Paul (Tahmoh Penikett) com outros olhos. Se na altura esta me parecia repentina e fora de carácter para a personagem, esta aliança que ele tem com Echo (Eliza Dushku), não só mostram que Paul não é um hipócrita como dão um interesse enorme à personagem de Eliza Dushku.

MEMÓRIA 4
Já todos viamos esta a milhas de distância, mas é sempre bom uma confirmação. Boyd (Harry Lennix) e Claire juntos. E finalmente Boyd, que até agora queixava-se muito, mas não saía do lado errado, entra em acção.

MEMÓRIA 5
O princípio do fim. Mr. Ambrose, da Rossoum Corporation, e outros que tais, decidem que a tecnologia da Dollhouse está a ser subaproveitada. Viver para sempre? Vamos a isso. Excelente interpretação de Enver Gjokaj.

MEMÓRIA 6
Adelle e Dominic (participação de Reed Diamond). Adelle admite que estava errada, que não se inscreveu para fazer aquilo. Ele já sabia que isto ia acontecer. Mais uma excelente cena.

MEMÓRIA 7
Victor (Enver Gjokaj) e Sierra (Dichen Lachman). Nem dez anos depois estes dois têm sossego. Ao que parece os Actives não sairam ilesos de tanta experimentação e têm de tomar comprimidos que os deixam num estado não desejado.

MEMÓRIA 8
A Dollhouse torna-se no refúgio dos sobreviventes. Quem são eles? Todos aqueles que não atenderam um telefonema que transformou todos os outros em zombies prontos a matar tudo o que virem à frente. Agora também gostava de saber onde é que os que querem viver para sempre vão buscar os corpos, depois de tanta matança. E parece que a culpa é de Topher em mais uma excelente prestação de Fran Kranz.

MEMÓRIA 9
Caroline e Paul ao salvamento! Vamos para um sítio chamado Safe Haven? Já não era sem tempo. Tantas perguntas e tão poucas respostas.

Voltando ao enredo futurístico, devo dizer que gostei muito do quarteto principal e tive pena que dois deles morressem, principalmente a Lynn. Há que admitir que esteve melhor que a Felicia Day. No entanto, acho que fizeram a escolha certa. A química entre Mag e Zone é inegável. A última cena, com Whiskey (muitos dizem que ela morre, mas tenho sérias dúvidas) e com as fotos dos Actives foi bastante comovente.

O episódio foi muito melhor escrito do que eu esperava tendo em conta que estamos a falar da dupla que nos deu Stage Fright e Haunted. O diálogo por vezes até parece vindo de Joss Whedon (se é que não foi) com linhas como “Who said the deeper, the better?” e “No tech ever, that’s our theme song!”. A realização foi muito para além do competente e David Solomon mostra-nos porque é o realizador principal da série.

Epitah One é um episódio excelente e mostrou-nos tudo o que a série poderia ter sido se não tivesse sido cancelada. Mas… espera! A série não foi cancelada. Então aqui tenho que me perguntar se não havia melhor maneira de fazer estas revelações. Digo isto porque, para mim, durante toda esta temporada, aquilo que mais me atraiu em Dollhouse foi a sua ambiguídade moral e o facto de acontecer num mundo como o nosso. Este desfecho, apesar de ser o mais lógico, deixa-me a pensar se Dollhouse não estará a dirigir-se para mais uma história de um futuro apocalíptico perdendo o que de melhor tinha o conceito inicial. Para além disso, não sei se gosto de saber o que vai acontecer, pois perde um bocado a imprevisibilidade. Apesar de todas estas preocupações, seria parvo se não adorasse Epitah One.

Uma resposta a Review de “Epitah One”

  1. Cláudia diz:

    Adorei o episódio. Fiquei mesmo surpreendida com tudo, muito sombrio e excelentes interpretações.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: